No passado dia 21 de Setembro vimos o filme super inspirador ‘Transição 2.0’ com diferentes soluções criativas para uma comunidade cada vez mais sustentável e resiliente. Mais do que identificar problemas é necessário colocar a nossa energia nas soluções. Porque cada actividade, cada projecto, cada mudança só acontece se metermos mãos-à-obra focados nas soluções. ‘Dá trabalho e não dá dinheiro, mas compensa a quem se preocupa com as gerações futuras’.

Mesmo para as situações mais improváveis, passo a passo é possível encontrar uma solução.Como dizia um participante no círculo de discussão do filme ‘Transição 2.0’, é incrível que ‘tenham conseguido financiar um projecto (neste caso uma padaria), sem recorrer a empréstimos bancários ou fundos europeus/subsídios’. No exemplo da padaria recorreram ao apoio dos vizinhos os quais compraram pães para o ano inteiro de uma única vez – uma espécie de acções da padaria na forma de géneros. Tudo é possível! Não admira que com exemplos destes tenham surgido inúmeras ideias no círculo de discussão e muita vontade de coloca-las logo em acção.

Para os membros do grupo iniciador da Transição na Madeira ficou clara a importância de indicar os grupos de trabalho activos/projectos já em curso (ver grupos em: about), e avaliar as metodologias que têm funcionado. Ideias há muitas, colocá-las em prática exige compromisso e dedicação da parte dos seus proponentes. É de destacar a importância de existirem cerca de 2 a 3 pessoas activas por grupo de trabalho e que embora hajam metas a longo prazo, é fundamental centrar-se inicialmente em pequenas actividades, concretas e alcançáveis pelo grupo de trabalho.

Próximo dia 14 de Outubro, pelas 15h00 irá decorrer o 4º encontro do Grupo Transição Madeira, aberto ao público em geral, no Monte/Livramento.O encontro será facilitado segundo a metodologia espaço aberto, a qual permite a realização de pequenas reuniões em simultâneo.

Se quer contribuir para melhorar a sua comunidade, concentrar a sua energia em soluções e modos de vida sustentáveis, este é o espaço ideal para em conjunto e em colaboração com outros elementos chegar a soluções criativas. Dá trabalho, exige compromisso, cooperação, mas vale a pena! Os resultados de 6 meses estão ‘á vista’… feiras de trocas, permablitz, danças europeias, ciclos de cinema, conferências, cooperativa de consumidores, etc., etc.

São pequenas ideias, pequenos projectos. No entanto, se os colocarmos todos juntos, reparamos que têm todos algo em comum. Algo que os une. E tornam-se uma grande ideia. A Ideia.

De como pessoas se juntam para ultrapassar dificuldades e construir um Novo Mundo, um Novo Futuro!

Contamos com a vossa presença e participação!

Para aqueles que precisam das direcções para chegar ao local, é favor entrar em contacto com Isabel Pinto: isabelmacedopinto@gmail.com

Anúncios